Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar ESJP

29
Set21

O QUE APRENDEMOS COM A MÚSICA | COGITO

BE - ESJP

Filme completo da imperdível conversa sobre o significado da música, realizada a 23 de setembro no COGITO entre Rui Vieira Nery e Pedro Carneiro. Apenas um cheirinho:
Rui Vieira Nery define música: "No filme do Frankenstein estão a cozer pedaços de cadáver, carne morta, e depois ligam umas coisas, vem um raio, faz-se um clique, e o cadáver levanta-se.
Há um raio de energia que dá vida a pedaços de carne morta, e que escapa a qualquer tipo de análise".
 
Espreitar AQUI
 
... e mais AQUI
 
 
12
Mar21

UMA CANÇÃO PARA O FUTURO

BE - ESJP

Captura de Ecrã (155).png

Todos somos responsáveis

As mudanças climáticas são a maior ameaça ambiental do século XXI, com consequências profundas e transversais a várias áreas da sociedade: económica, social e ambiental.

Todos nós, sem excepção, estamos a ser afectados por esta questão: cidadãos comuns, empresas, governos, economias e, mais importante de todos, a natureza.

Mudanças climáticas sempre foram registadas ao longo dos milhares de anos que o planeta Terra tem. O problema prende-se com o facto de, no último século, o ritmo entre estas variações climáticas ter sofrido uma forte aceleração e a tendência é que tome proporções ainda mais caóticas se não forem tomadas medidas.

A ocorrência de ondas de calor e secas são fenómenos cada vez mais frequentes, e as consequentes perdas agrícolas representam uma ameaça real para as economias mundiais.

No cerne destas mudanças estão os chamados gases de efeito estufa, cujas emissões têm sofrido um aumento acentuado. O CO2 (dióxido de carbono) é o principal gás negativo desses designados de efeito estufa, e são consequência directa do uso/queima de combustíveis fósseis como o carbono, o petróleo e o gás com fins de produção energética.

Ouvir a canção AQUI

 

23
Fev21

ZECA AFONSO

BE - ESJP

José-Afonso.jpg

José Manuel Cerqueira Afonso dos Santos (Aveiro, 2 de agosto de 1929 — Setúbal, 23 de fevereiro de 1987)

 

A Morte Saiu À Rua

A morte saiu à rua num dia assim
Naquele lugar sem nome pra qualquer fim
Uma gota rubra sobre a calçada cai
E um rio de sangue dum peito aberto sai

O vento que dá nas canas do canavial
E a foice duma ceifeira de Portugal
E o som da bigorna como um clarim do céu
Vão dizendo em toda a parte o pintor morreu

Teu sangue, Pintor, reclama outra morte igual
Só olho por olho e dente por dente vale
À lei assassina à morte que te matou
Teu corpo pertence à terra que te abraçou

Aqui te afirmamos dente por dente assim
Que um dia rirá melhor quem rirá por fim
Na curva da estrada há covas feitas no chão
E em todas florirão rosas duma nação

 

18
Fev21

Música - entrevista a Joana Carneiro

BE - ESJP

Captura de Ecrã (133).png

Joana Carneiro é, desde janeiro de 2014, Maestrina Titular da Orquestra Sinfónica Portuguesa. Em 2009 foi nomeada Diretora Musical da Sinfónica de Berkeley, sucedendo a Kent Nagano e tornando-se no terceiro diretor musical nos 40 anos de atividade desta orquestra. Joana Carneiro é Maestrina Convidada da Orquestra Gulbenkian e Diretora Artística do Estágio Gulbenkian para Orquestra (Orquestra de Jovens) da Fundação Calouste Gulbenkian.