Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Biblioteca Escolar ESJP

11
Jan22

CARTAZ DA PAZ 2021/2022 | MADALENA RIBEIRO DO 8ºI

BE - ESJP

Madalena.jpeg

A ESJP e toda a sua comunidade escolar felicitam a aluna Madalena Ribeiro, da turma 8ºI, deste ano letivo, pela escolha nacional do seu trabalho, realizado para o Concurso da Paz 2021-22, promovido pela Lions Club Internacional. 

 

Este concurso internacional de arte pretende estimular os jovens de todo o mundo a expressarem a sua visão sobre a Paz e inspirar o mundo por meio da arte e da criatividade. Assim, alunos de 7º e 8º anos, pela disciplina de Educação Visual, sob a orientação das professoras Luciana Gregório (8º A, F, I, J), Sónia Luz (7ºA) e Susana Duarte (7º E/F/G/H/I/J), desenvolveram propostas originais de ilustração para um cartaz alusivo à Paz com o tema "Estamos Todos Conetados: Trazendo Paz ao Mundo por meio das Crianças", utilizando diversas técnicas de desenho e pintura. 

 

Após os cartazes terem ido para avaliação do júri do município do Montijo, o cartaz da aluna Madalena Ribeiro, do 8ºI, foi escolhido para ir a nível nacional, o qual também foi selecionado para representar o país ao concurso internacional, cujos resultados só se saberão para meados do 2º período. Os cartazes realizados pelos alunos da ESJP e das restantes escolas do município irão estar em exposição na Biblioteca Municipal do Montijo, ainda com data a definir devido à situação nacional a nível pandémico. 

 

Parabéns pela distinção…temos artista! 

Estaremos a torcer pela Madalena Ribeiro a nível internacional...

 

Pode-se visualizar este e os outros cartazes em 

 

 

 

15
Nov21

ANNE FRANK E O HOLOCAUSTO

BE - ESJP

433b531d-96e5-42bf-b241-cbde2ea0e8a6.jpg.pagespeed

Anne Frank foi uma entre as mais de um milhão de crianças judias assassinadas durante o Holocausto. Durante o tempo em que ficou escondida dos nazis, Anne manteve um diário no qual escrevia sobre seus medos, suas vivências e suas esperanças. Encontrado em um aposento secreto após a família ter sido presa, o diário foi mantido por Miep Gies, uma das pessoas que ajudou a esconder a família Frank. Depois da Guerra, ele foi publicado em diversos idiomas, sendo até hoje utilizado nos currículos de milhares de escolas de ensino básico e médio por todo o mundo. Anne Frank tornou-se símbolo de esperança perdida pelo que aquelas crianças que foram mortas durante o Holocausto poderiam ter sido, caso tivessem sobrevivido. Ela nasceu em 12 de junho de 1929 em Frankfurt, na Alemanha, filha de Otto e Edith Frank. Nos primeiros cinco anos de vida, Anne morava com seus pais e sua irmã mais velha, Margot, em um apartamento localizado nos arredores de Frankfurt. Após a tomada do poder pelos nazis, em 1933, a família Frank fugiu para Amsterdão, na Holanda. Os alemães ocuparam Amsterdão em maio de 1940, e a partir de julho de 1942, as autoridades nazis e seus colaboradores holandeses iniciaram a deportação dos judeus da Holanda para campos de extermínio na Polónia, já então ocupada pela Alemanha.

Na primeira metade de julho de 1942, Anne e sua família foram para um esconderijo com outras famílias judias. Por dois anos, viveram no sótão de um prédio que ficava atrás do escritório da [antiga] empresa da família, na Rua Prinsengracht, 263, ao qual Anne se referia em seu diário como o "Anexo Secreto". Amigos e colegas levavam roupas e alimentos clandestinamente aos Frank, colocando suas próprias vidas em grande perigo. Em 4 de agosto de 1944, após uma denúncia anónima feita por um holandês, a Gestapo (Polícia Secreta do Estado Alemão), descobriu o esconderijo e prendeu seus moradores. Em setembro de 1944, as autoridades colocaram os Frank e as outras quatro pessoas com quem eles se escondiam num comboio rumo a Auschwitz. No final de outubro de 1944, devido à sua juventude e capacidade de trabalho, Anne e sua irmã foram transferidas para o campo de concentração Bergen-Belsen, no norte da Alemanha. [Devido às péssimas condições de higiene e alimentares] as duas faleceram de tifo em março de 1945, apenas algumas semanas antes das tropas britânicas libertarem aquele campo. A mãe de Anne já havia morrido em Auschwitz no início de janeiro de 1945. Seu pai, Otto, foi o único da família a sobreviver à Guerra.

 

Ver galeria de fotografias AQUI

 

 

 

28
Out21

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA | 15ª EDIÇÃO

BE - ESJP

de42fd6-o-retrato-de-dorian-gray-oscar-wilde.jpg

Para o Ensino Secundário, a obra sugerida pela escola no âmbito do 15º Concurso Nacional de Leitura é "O Retrato de Dorian Gray" de Óscar Wilde.

Dorian Gray é um jovem invulgarmente belo por quem Basil Hallward, um pintor londrino, fica fascinado. Determinado a eternizar a beleza de Dorian numa tela, Basil convence-o a posar para ele. Numa dessas sessões, o jovem conhece Lorde Henry Wotton, um aristocrata cínico e hedonista, que o desperta para a beleza e o seduz para a sua visão do mundo, onde as únicas coisas que valem a pena perseguir são a beleza e o prazer. Horrorizado com o destino inevitável que o fará envelhecer e perder a sua beleza, Dorian comenta com os amigos que está disposto a tudo, até mesmo a vender a alma, para permanecer eternamente jovem e manter a sua beleza.

Fortalecido pelo hedonismo, Dorian trata cruelmente a sua noiva, Sybil Vane, que se suicida com o desgosto. Ao saber do sucedido, o jovem começa a notar certas mudanças subtis na sua expressão no quadro, e constata que é o Dorian do quadro que envelhece e que sofre com a passagem dos anos, ao mesmo tempo que o Dorian real permanece com a juventude e beleza intacta. Um romance gótico de horror com um forte tema faustiano, O Retrato de Dorian Gray é considerado pela crítica como a melhor obra de Oscar Wilde.

28
Out21

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA | 15ª EDIÇÃO

BE - ESJP

A1ullvStiQL.jpg

No âmbito do Concuso Nacional de Leitura, a obra sugerida a nível de esciola para os níveis do 3º Ciclo do Ensino Básico, é o "Diário de Anne Frank". No nosso blogue encontram-se várias alusões complementares a esta leitura.

Escrito entre 12 de junho de 1942 e 1 de agosto de 1944, O Diário de Anne Frank foi publicado pela primeira vez em 1947, por iniciativa de seu pai, revelando ao mundo o dia a dia de dois longos anos de uma adolescente forçada a esconder-se, juntamente com a sua família e um grupo de outros judeus, durante a ocupação nazi da cidade de Amesterdão.

Todos os que se encontravam naquele pequeno anexo secreto acabaram por ser presos em agosto de 1944, e em março de 1945 Anne Frank morreu no campo de concentração de Bergen-Belsen, a escassos dois meses do final da guerra na Europa. O seu diário tornar-se-ia um dos livros de não ficção mais lidos em todo o mundo, testemunho incomparável do terror da guerra e do fulgor do espírito humano.

21
Out21

CONCURSO NACIONAL DE LEITURA | 15ª EDIÇÃO

BE - ESJP

cnl 2022.jpg

O objetivo do Concurso Nacional de Leitura é estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora. A iniciativa tem como destinatários alunos dos 1.º,2.º, 3.º ciclos do ensino básico e alunos do ensino secundário. 

1ª fase | fase escolar

A coordenadora do Concurso Nacional de Leitura, e demais professores do grupo de Português envolvidos nesta atividade, anuncia que se encontra a decorrer a 1.ª fase – fase escolar– deste Concurso, na nossa Escola.

O concurso destina-se a todos os alunos do Ensino Básico e do Ensino Secundário.

O professor de Português, de cada turma, explicitará aos alunos os regulamentos do concurso (regulamento nacional e regulamento da 1.ª fase), orientando todos os discentes, neste processo.

A eliminatória desta primeira fase ocorrerá no dia 17 de dezembro de 2021, 6.ª feira, pelas 10h30mna nossa Biblioteca Escolar, consistindo na realização de uma prova escritaem formato digital, sobre a obra selecionada e lida em cada ciclo de ensino.

Os alunos que obtiverem os melhores resultados na prova, cujos resultados serão divulgados no decurso do mês de janeiro, ficarão apurados para a fase Municipal.

Cabe-me esperar pela vossa participação desejando, desde já, a todos, o maior sucesso e excelentes leituras!

 
 
 

 

21
Out21

CONCURSO DE POESIA | 2021-2022

BE - ESJP

faca la um poema.cdr.jpg

Até 26 de novembro, cria o teu poema e participa na fase escolar do concurso nacional de poesia.

 

REGULAMENTO

O concurso “Faça lá um poema” é uma iniciativa conjunta do Plano Nacional de Leitura 2017-
2027 (PNL2027) e dos CTT – Correios de Portugal, SA, para celebrar, anualmente, o Dia Mundial
da Poesia.
A fase escolar do concurso é coordenada pela professora Joaquina Grilo e conta com a
colaboração da Biblioteca Escolar.
1. OBJETIVO
O concurso “Faça lá um poema” tem como objetivo incentivar o gosto pela leitura e pela escrita
de poesia.
2. DESTINATÁRIOS DO CONCURSO
A 1.ª fase do concurso é dirigida aos alunos do 3.º Ciclo do Ensino Básico e do Ensino
Secundário da Escola Secundária Jorge Peixinho (ESJP).
3. NORMAS PARA PARTICIPAÇÃO NO CONCURSO
 A participação no concurso é individual.
 Os poemas não estão subordinados a nenhum tema específico.
 Os poemas têm como limite máximo 14 versos.
 Os textos apresentados a concurso têm de estar devidamente identificados com os
dados dos respetivos autores: nome completo (sem abreviaturas), número, ano e turma.
Têm também de indicar o pseudónimo (nome artístico) que será utilizado em caso de
seleção para a fase nacional.

4. ENVIO DOS POEMAS
Os poemas para concurso deverão ser enviados em formato Word para o endereço eletrónico:
concurso.poesia@esjp.pt
5. SELEÇÃO DOS POEMAS
 Serão selecionados os três melhores poemas dos concorrentes do 3.º Ciclo e os três
melhores dos concorrentes do Secundário.
 A seleção dos textos é da responsabilidade de um júri constituído por três professores
da ESJP.
 Os poemas a concurso serão selecionados de acordo com critérios de criatividade,
adequação morfológica e sintática, riqueza de conteúdo, de estilo e de originalidade do
tema.
 O júri poderá não selecionar o número de textos previsto por ciclo de ensino, se o nível dos
trabalhos não for merecedor de seleção.
 As decisões do júri são soberanas, pelo que não são sujeitas a recurso.

6. CALENDARIZAÇÃO DAS ETAPAS DA FASE ESCOLAR DO CONCURSO
A fase de escola do concurso “Faça lá um poema” decorre entre outubro e dezembro de 2021.
 Envio dos poemas: até às 23h59m do dia 26 de novembro de 2021.
 Seleção dos poemas que representarão a escola na fase nacional: de 29 de novembro a
14 de dezembro.
 Afixação dos resultados: 16 de dezembro.
7. DIVULGAÇÃO
A divulgação do concurso é feita através de cartazes afixados em vários espaços da escola, da
sua publicitação na página da escola na internet e no blog da Biblioteca Escolar e, ainda, dos
professores de Português.
A divulgação dos resultados da fase escolar é feita através de cartaz afixado na escola e
através da página da escola na internet.
8. RECONHECIMENTO PÚBLICO E PRÉMIOS
Os autores dos poemas selecionados para a fase nacional serão distinguidos, previsivelmente,
na cerimónia do Dia da Escola, com a atribuição de um diploma e de um prémio.

 

Ver mais AQUI

 

22
Set21

OSCAR WILDE , O DANDI REBELDE

BE - ESJP

Oscar_Wilde_3g07095u-adjust.jpg

Oscar Wilde foi talvez o mais importante dramaturgo da época vitoriana. Criador do movimento dândi, que defendia o belo e o culto da beleza como um antídoto para os horrores da época industrial, Wilde publicou a sua primeira obra em 1881, a que se seguiram duas peças de teatro. A partir de 1887 iniciou uma fase de produção literária intensa, em que escreveu diversos contos, peças de teatro, como A Importância de se Chamar Ernesto, e um romance. Em 1895, foi acusado de homossexualidade e violentamente atacado pela imprensa, tendo-se envolvido num processo que o levou à prisão. Morreu em Paris em 1900.

 

Ler mais AQUI

E ver AQUI

 

 

07
Jun21

CONCURSO DE LEITURA EXPRESSIVA | 9 de junho 2021

BE - ESJP

22096426_8RqLz.png

O concurso de leitura expressiva “Leituras na Planície” é organizado pelos Professores Bibliotecários dos Agrupamentos de Redondo, Moura, Portel, Manuel Ferreira Patrício (Évora) e André de Gouveia (Évora) e coadjuvado pela Rede de Bibliotecas Escolares através dos respetivos Coordenadores Interconcelhios.

O Concurso tem como objetivos principais a promoção do gosto pela leitura, o contacto com os livros, bem como o desenvolvimento da expressividade/ leitura expressiva em voz alta.

A iniciativa decorreu em 3 fases: em sala de aula com os professores titulares de turma ou professores de Português, na Biblioteca Escolar, uma pré-seleção a cargo do grupo de trabalho, visando apurar 3 alunos por cada ano de escolaridade 

A fase final decorrerá de forma síncrona, através de uma plataforma online, e será transmitida, em direto no dia 9 de junho, através de link disponibilizado a todos os agrupamentos participantes.

O júri desta fase será constituído por um representante de cada uma das seguintes instituições: Rede de Bibliotecas Escolares, Plano Nacional de Leitura, Direção-Geral dos Estabelecimentos Escolares da Região do Alentejo, Fundação Eugénio de Almeida e Câmara Municipal de Redondo.

Participaram nesta iniciativa 23 Agrupamentos de Escolas e estarão na final 113 alunos (3 alunos por ano de escolaridade de todos os níveis de ensino).

Consulte o programa.

 

30
Abr21

7 DIAS COM OS MÉDIA

BE - ESJP

cropped-Sem-titulo-1-1536x429.png

O GILM – Grupo Informal sobre Literacia Mediática organiza a 9.ª edição da iniciativa 7 dias com os media, a ter lugar entre 3 e 9 de maio de 2021, e convida todos a participarem. Escolas, associações, bibliotecas, clubes, meios de comunicação social, plataformas digitais, universidades, famílias… são desafiados a criar uma iniciativa (workshop, webinar, vídeo, podcast, ou outra atividade) que tenha como foco os media, os seus usos, a análise crítica e a produção.

Num ano em que tivemos de nos recolher às nossas casas, os ecrãs tornaram-se ainda mais presentes nas nossas vidas, ao nível do trabalho, do estudo, do entretenimento e da relação e comunicação com os outros. Importa por isso dedicar um tempo, por breve que seja, a refletir sobre a importância que assumem no nosso quotidiano, o modo como ajudam a formar as nossas opiniões, como contribuem para a construção da perceção que temos do mundo, sobre o que nos dão a conhecer e aquilo que não nos mostram. Esta será com certeza uma forma de desenvolvermos um olhar e uma atitude mais crítica sobre a forma como usamos os media e como, através deles, comunicamos e nos expressamos.

Os media em tempos de pandemia, a infodemia e a desinformação, as desigualdades sociais e digitais que se tornaram mais visíveis neste tempo, são alguns dos tópicos que convocamos para esta edição da iniciativa, sem contudo fechar a porta a outros temas.

13
Nov20

Faça Lá um Poema - Concurso PNL

BE - ESJP

FLUP.jpg

O Plano Nacional de Leitura 2017-2027 (PNL2027) e os CTT - Correios de Portugal, S.A. (CTT), com intenção de incentivar o gosto pela leitura e pela escrita de poesia, celebram o Dia Mundial da Poesia, convidando à participação no Concurso FAÇA LÁ UM POEMA, cujas candidaturas estão abertas até 31 de dezembro de 2020.

Este concurso é dirigido aos alunos do 3.º ciclo do ensino básico e do ensino secundário das escolas públicas e privadas do continente e ilhas.

Regulamento

13
Nov20

Concurso Inês de Castro 2021 - Concurso PNL

BE - ESJP

inês de castro.png

O Concurso Inês de Castro recolhe da história de D. Pedro e D. Inês a sua temática base permanente e unificadora, sendo a 13.ª edição, novamente, dedicada a uma das suas dimensões: o AMOR e o DESAMOR. 

O Concurso dirige-se aos alunos do 3.º ciclo do Ensino Básico e do Ensino Secundário que se façam conhecedores da história da relação entre D. Pedro e D. Inês de Castro e realizem, a partir do mapeamento de lugares históricos e geográficos bem como dos seus contextos sociais, políticos, económicos, literários e afetivos, um trabalho performativo direta ou indiretamente relacionado com os amores de Pedro e Inês.

O produto final, a apresentar em vídeo, deve ser original, mobilizar saberes e capacidades variados, podendo assumir diferentes modalidades de representação: filme; teatro; dança; sketch; peça musical; leitura expressiva; …

As candidaturas devem ser submetidas até 31 de março, no formulário, “Inês de Castro”, no Portal PNL 2027 pela escola-sede do agrupamento/ escola não agrupada, podendo:

  • concorrer com um trabalho por cada ciclo/ nível de ensino, ficando a pré-seleção dos trabalhos ao critério de cada agrupamento/escola não agrupada;
  • apresentar a concurso trabalhos de grupo, com um número máximo de 5 elementos, coordenados por um professor.

Regulamento

Leituras recomendadas

01
Out20

Concurso Nacional de Leitura • 14.ª edição

BE - ESJP

top_cnl.jpg

14.ª Edição do Concurso Nacional de Leitura (CNL) decorre entre o dia 1 de outubro de 2020, data oficial de abertura, e o dia 5 de junho de 2021, dia da grande final, em Oeiras.

O objetivo central do Concurso Nacional de Leitura é estimular o gosto e os hábitos de leitura e melhorar a compreensão leitora.

A iniciativa tem como destinatários alunos dos 1.º,2.º, 3.º ciclos do ensino básico e alunos do ensino secundário

Consultar Regulamento completo aqui